Mourinho diz que a Inter venceu o 'melhor time do mundo'

A Internazionale de Milão deu um grande passo nesta terça-feira para voltar a uma final de Liga dos Campeões após 38 anos. Em casa, a equipe venceu o Barcelona de virada, por 3 a 1, com um gol do brasileiro Maicon, pelo jogo de ida das semifinais, e o técnico José Mourinho não poupou palavras ao valorizar o triunfo de sua equipe. Para o português, a Inter derrotou simplesmente o "melhor time do mundo".

AE, Agência Estado

20 de abril de 2010 | 20h45

"O que aconteceu hoje (terça-feira) não era um sonho. Era a realidade. Nós merecíamos ganhar. Vimos um time lutando até a morte. A equipe acabou destruída pelo que deram em campo", afirmou o treinador, que já conquistou a competição em 2004, pelo Porto.

Mas nem a satisfação pela vitória fez Mourinho deixar de lado o seu estilo rabugento. Primeiro, o técnico criticou duramente o atacante Mario Balotelli, que entrou no segundo tempo. "Nós estávamos no segundo jogo mais importante do futebol, no qual todo mundo sai (de campo) morto, e um poderia ter feito algo mais para ajudar o time", disse, se referindo ao jogador.

Depois, foi a vez de atacar os jogadores Barcelona. "É sempre difícil perder para aqueles que não estão acostumados a perder. Eu sou assim também. É a característica de um time que ganha sempre", comentou Mourinho, que discutiu com Xavi, do Barça, na saída para os vestiários.

Sobre a possibilidade de avançar à decisão, o técnico se manteve cauteloso, afirmando que cada time segue com 50% de chances. "Nós vamos para Madri jogar a final ou voltamos para a casa de cabeça erguida", disse. "Qualquer coisa pode acontecer na volta. Podemos ir lá, perder a partida e perder o treinador", ironizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.