Tim Ireland/AP
Tim Ireland/AP

Mourinho diz que Cech continuará no Chelsea e não tem nada a provar

Mesmo na reserva de Thibaut Courtois, goleiro checo não deve sair do clube inglês; arqueiro vai ser titular contra o Hull City, no sábado

SAM HOLDEN, REUTERS

12 de dezembro de 2014 | 13h59

O goleiro Petr Cech não deixará o Chelsea na janela de transferências de janeiro e não tem nada a provar às vésperas de sua primeira partida como titular pelo Campeonato Inglês nesta temporada contra o Hull City, disse o técnico José Mourinho. O goleiro da seleção da República Tcheca foi o titular do gol do Chelsea nos últimos 10 anos até Thibaut Courtois, que voltou de empréstimo do Atlético de Madri, tomar seu lugar no início da temporada.

Há especulação na imprensa de que Cech pode deixar o Chelsea em janeiro em busca de atuar como titular em outra equipe.Mourinho, no entanto, quer que Cech fique e está apoiando o goleiro de 32 anos, que volta ao gol da equipe por conta de lesão sofrida por Courtois.

"Não acho que seja possível (a saída de Cech)", disse Mourinho em entrevista coletiva nesta sexta-feira. "Li há algumas semanas que o agente dele disse que não há nenhuma chance de ele deixar o Chelsea em janeiro", acrescentou.

"Isso, somado ao fato de que não tenho informação de nenhuma oferta por ele, me faz acreditar 100 por cento que ele fica... Já escalamos Petr em três partidas da Liga dos Campeões. Ele não precisa provar algo. É uma situação simples para ele. Vá e jogue", disse.

"O gol é o habitat natural dele, não o banco. É muito confortável para mim, para os jogadores, para os torcedores saber que nosso goleiro no sábado será Petr Cech", acrescentou Mourinho.Após sofrer sua primeira derrota na temporada no último fim de semana contra o Newcastle United, o Chelsea jogará também com o desfalque do meia Cesc Fábregas na tentativa de retomar o caminho das vitórias contra o Hull em Stamford Bridge.

Mourinho, cuja equipe lidera o campeonato com três pontos de vantagem, somando 36 pontos em 15 jogos, acredita que a equipe lidará com os desfalques e continuará a ter um excelente desempenho."Cesc tem sido fantástico para nós, mas ele está suspenso para amanhã, então não pensamos nele. Confiamos nos outros jogadores", disse o técnico. 

"Estamos jogando muito bem em praticamente todos os jogos, não há um mau desempenho sequer. Não podemos fazer mais do que já estamos fazendo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.