Mourinho é homenageado em universidade portuguesa

O técnico da Inter de Milão, José Mourinho, recebeu nesta segunda-feira o prêmio de doutor honoris causa na Universidade Técnica de Lisboa, instituição em que se formou em Educação Física, há mais de 20 anos. Mas, em vez de costumeira arrogância, o treinador dessa vez se mostrou humilde.

AE-AP, Agencia Estado

23 de março de 2009 | 14h12

"Não acho que mereça essa homenagem, estou surpreso com ela", afirmou. Depois, subiu um pouco de tempo: "Acredito que seja uma fonte de orgulho para a universidade, mas sempre conduzi minha carreira sem pensar muito nisso", completou Mourinho, que participou da cerimônia com uma beca e recebeu um colar com um medalhão.

Como quase tudo que cerca o treinador, a homenagem foi motivo de polêmica e contestação de membros da direção da universidade, que acharam que Mourinho ainda não obteve sucesso suficiente para ganhar tal prêmio. Mourinho começou a aparecer no Sporting, quando trabalhou como auxiliar e tradutor do técnico Bobby Robson. Trabalhou com o inglês também no Barcelona, e depois, com as próprias pernas, passou por Benfica e União Leiria até chegar ao Porto, em 2002.

A conquista da Liga dos Campeões de 2004 foi seu maior sucesso no clube e o levou ao Chelsea, onde ficou por pouco mais de três anos e conquistou dois títulos ingleses, mas acabou caindo em setembro de 2007, por não conseguir levar o clube ao sonhado título europeu. Mourinho ficou quase um ano passado até assumir a Inter, no ano passado - e fracassar novamente, nesta temporada, na tentativa de vencer a Liga dos Campeões.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJosé MourinhoInter de Milão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.