Mourinho e Inter são multados por comentários sobre arbitragem

A Inter de Milão e José Mourinho foram multados em 25.000 euros (34.240 dólares) cada um após o técnico português ter insinuado que a Juventus se beneficiou de erros cometidos pela arbitragem do Campeonato Italiano nesta temporada, informou a Federação Italiana de Futebol (FIGC), nesta sexta-feira.

REUTERS

20 de março de 2009 | 18h09

Os comentários de Mourinho foram feitos após um controverso empate de 3 x 3 da Inter de Milão com a Roma, no estádio San Siro, este mês, quando a Inter teve um pênalti polêmico marcado a seu favor.

O treinador disse que os adversários vinham manipulando a opinião pública contra a Inter e que a Juventus, que fora rebaixada em 2006 por envolvimento num escândalo de manipulação de resultados, tinha se beneficiado de erros de arbitragem nesta temporada.

A Juve, vice-líder da Série A atrás da Inter, reagiu imediatamente exigindo uma retratação, o que não aconteceu.

O meia da Roma Daniele De Rossi e seu clube também foram multados cada um em 20.000 euros, após o meia ter dito em entrevistas depois da partida que o árbitro marcou um pênalti inexistente no atacante da Inter Mario Balotelli.

(Reportagem de Paul Virgo)

Mais conteúdo sobre:
FUTITALIANOMOURINHOMULTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.