Peter Powell / EFE
Peter Powell / EFE

Mourinho faz acordo e encerra processo com fisco espanhol

Técnico português foi acusado de esconder renda de direitos de imagem em paraíso fiscal

ANSA

04 Setembro 2018 | 11h31

Denunciado por evasão fiscal, o treinador José Mourinho, do Manchester United, fechou um acordo nesta terça-feira (4) com a Fazenda da Espanha e aceitou uma pena de um ano de reclusão, além do pagamento de uma multa.

De acordo com o jornal "El Mundo", Mourinho irá se declarar culpado para encerrar os problemas fiscais com a Receita Federal da Espanha, que começou quando era treinador do Real Madrid, entre 2010 e 2013.

A decisão do português impedirá que ele vá a um julgamento e garante a sentença de prisão, que depois virará uma multa, avaliada em 669,3 mil euros (R$ 3,2 milhões).

Segundo o jornal espanhol, Mourinho é acusado de ter escondido sua renda de direitos de imagens dos anos de 2011 e 2012, por meio de uma empresa nas Ilhas Virgens Britânicas.

Mourinho vai adotar a mesma estratégia que Cristiano Ronaldo usou para resolver os problemas com a Justiça espanhola. Antes de se transferir para a Juventus, CR7 pagou uma dívida de 14,7 milhões de euros ao fisco da Espanha (R$ 70,4 milhões). / ANSA

 
Mais conteúdo sobre:
José Mourinhofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.