EFE
EFE

Mourinho reclama do assédio dos paparazzi em Manchester

Família do treinador continua vivendo em Londres

O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2016 | 14h32

O início de José Mourinho pelo Manchester United não está sendo dos mais tranquilos. Além das dificuldades para ajustar o time dentro de campo, o português revelou que está sofrendo com o assédio dos paparazzi em sua nova cidade. 

"Para o hotel e para a marca de roupas que me patrocina é fantástico, porque eles [os 'paparazzi'] estão lá todos os dias. (...) Para mim é um pouco desastroso, porque às vezes quero andar um pouco e não posso. Quero atravessar a ponte e ir a um restaurante e não posso. É realmente mau. Mas tenho as minhas aplicações e posso encomendar comida, que é algo que eu faço às vezes", disse à Sky Sports.

Mourinho está morando no Lowry Hotel enquanto sua família continua vivendo em Londres, cidade onde o treinador teve seus melhores momentos na Inglaterra, sob o comando do Chelsea. Em algumas oportunidades, o treinador ia para o estádio Stamford Bridge a pé, junto com a torcida de seu clube.

"A realidade é que a minha filha vai fazer 20 anos para a semana. E o meu filho terá 17 anos dentro de meses. Têm estabilidade. Universidade em Londres, futebol em Londres, amigos… Por isso já não têm idade para me acompanhar como antes. Por isso, pela primeira vez, a minha família vive de forma diferente", explicou-se.

Manchester United vive um mal momento na temporada. Mesmo com as chegadas de estrelas como Ibrahimovic e Pogba, os 'Diabos Vermelhos' ocupam apenas a 7ª posição do Campeonato Inglês e, neste momento, estariam fora das competições europeias da próxima temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.