Eddie Keogh/ Reuters
Eddie Keogh/ Reuters

Mourinho volta a ser denunciado e deve ser suspenso no Inglês

Técnico tentou invadir vestiário dos juízes na derrota para o West Ham

Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2015 | 17h04

José Mourinho voltou a ser denunciado pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) nesta segunda-feira. E, desta vez, o treinador do Chelsea deve ser suspenso por um jogo no Campeonato Inglês em razão de punição anterior, que o colocara em período probatório até outubro de 2016.

Mourinho foi denunciado pela FA novamente devido a reclamações contra a arbitragem. Mas, desta vez, o treinador tentou invadir o vestiário do juiz e acabou sendo expulso de campo na partida contra o West Ham, no sábado. Na denúncia, a entidade explicou que denunciou o técnico por conta do seu "comportamento e/ou linguagem" próximo aos vestiários.

Trata-se da segunda denúncia seguida contra Mourinho por conta de ações ou ofensas contra arbitragem. Há duas semanas, ele foi multado em 50 mil libras (aproximadamente R$ 296 mil) e suspenso por um jogo.

O gancho, contudo, havia sido adiado porque a entidade colocou o treinador em período probatório. Assim, a punição seria efetivada caso ele reincidisse na infração, o que aconteceu no fim de semana. Portanto, ele deve ser suspenso por um jogo no Inglês caso a FA julgue que ele fora culpado pela confusão no intervalo da partida de sábado.

Além de Mourinho, o técnico de goleiros do Chelsea, Silvino Louro, foi denunciado por ter se envolvido na confusão. Durante o jogo, com placar de 2 a 1 favorável ao West Ham, ele foi expulso do banco de reservas. Eles devem apresentar defesa até quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.