Mozart curte boa fase na Itália

Mozart saiu do Brasil em 2000, marcado pelo fracasso da seleção Sub-23 nos Jogos Olímpicos de Sydney. Foi vendido pelo Flamengo para a modesta Reggina, amargou o rebaixamento para a Série B em sua primeira temporada na Itália, mas hoje, aos 25 anos, vive o melhor momento de sua carreira: é o capitão do time, considerado um dos melhores meio-campistas do campeonato pela imprensa italiana e pode se transferir para a poderosa Juventus no meio do ano.Alessandro Cannovi, seu procurador na Itália, já teve duas conversas com dirigentes da Juve. E ele conta com um apoio de peso no clube de Turim: o volante Émerson, um dos ídolos da torcida. Em entrevista recente, ele fez muitos elogios a Mozart e disse que seria o companheiro ideal para jogar ao seu lado no meio-de-campo. Por telefone, o volante revelado pelo Coritiba falou sobre seu momento e seus planos.Agência Estado - Desde quando você é o capitão do time?Mozart - Desde o começo desta temporada. Fui escolhido porque sou o jogador do elenco com mais tempo de clube, é minha quinta temporada aqui.AE - Você tem recebido ótimas notas. Vai ficar aí na próxima temporada ou se transferirá para um time grande?Mozart - Tenho contrato até 2007 e vivo muito bem com minha família (a mulher, Isabela, e a filha, Manoela, de três anos, que nasceu na Itália), mas a gente sempre pensa em crescer na carreira.AE - Fala-se no interesse da Juventus...Mozart - Já ouvi sobre isso, mas deixo esse assunto para os meus procuradores.AE - Você está esquecido aqui no Brasil. Acha que ficou marcado pelo fracasso da seleção em Sydney?Mozart - É claro que aquela derrota para Camarões marcou todo mundo que estava no grupo, mas o Ronaldinho Gaúcho e o Lúcio foram pentacampeões dois anos depois. Estou num momento muito bom e sonho em voltar para a seleção.AE - Mas jogando na Reggina você não fica meio escondido?Mozart - Acho que não, soube que a ESPN já transmitiu alguns jogos nossos nesta temporada.AE - Qual a sua função no time?Mozart - Sou o volante central, mas por ser canhoto também tenho facilidade para marcar pelo lado esquerdo. E de vez em quando arrisco uns chutes de fora da área.AE - Você tem esperança de ainda ser chamado pelo Parreira?Mozart - Tenho. Estou numa fase muito boa, a imprensa tem me elogiado bastante. Sei que a concorrência é muito grande, mas me sinto em condição de voltar para a seleção.AE - Uma pergunta fácil: quem vai ser campeão italiano, Milan ou Juventus?Mozart - Fácil? Essa pergunta é complicada...São dois times muito fortes, não dá para arriscar um palpite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.