MSI responde a Leão e diz que pagamento está em dia

Representantes da MSI no Brasil desmentiram Leão sobre a falta de dinheiro nos cofres corintianos desde junho de 2006, por falta de repasse da parceira. A resposta do fundo de investimento foi dura, depois de o técnico do Corinthians ter reclamado na noite de quarta-feira, quando tinha acabado de perder o clássico para o Santos."Desde junho a MSI não manda um tostão para o Corinthians. O Corinthians é refém da MSI", chegou a dizer Leão, no vestiário da Vila Belmiro. Mas a parceira negou as acusações do treinador.?O senhor Emerson Leão está enganado. As cotas de patrocínios são recolhidas mensalmente pela diretoria corintiana. As bilheterias e os direitos de transmissão vão para os cofres corintianos com regularidade. A MSI entende que mais uma vez esse treinador está desviando o foco para outra derrota sua. Depois de atacar a arbitragem, a imprensa, chegou a vez da MSI?, afirma o comunicado da parceira do Corinthians.?Se o senhor Emerson Leão estivesse tão preocupado com os problemas financeiros do Corinthians, ele deveria aceitar receber menos do que recebe. Seu salário é alto o suficiente para ajudar em grandes contratações?, afirma a MSI. ?Vale lembrar também que foi o mesmo técnico quem desmanchou o time campeão brasileiro de 2005. Jogadores importantes como Carlitos Tevez, Mascherano, Carlos Alberto e Gustavo Nery se afastaram do clube graças a problemas com ele, uma pessoa que acumula problemas com atletas de destaque, como já aconteceu com Robinho e Diego.??Desde o afastamento do senhor Kia Joorabchian, o presidente Alberto Dualib delegou ao senhor Leão a formação da equipe de 2007. Assim como fez o Palmeiras no início de 2006, quando o treinador conseguiu classificar o clube para a Libertadores. Acabou demitido no Brasileiro antes do término da primeira fase da Libertadores. Ele precisa assumir responsabilidades e parar de repassar a outros a culpa nas derrotas que são suas?, continua a nota da MSI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.