Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

'Muita gente vai se surpreender conosco', diz técnico Jorginho em volta ao Vasco

Apesar das críticas da torcida e de parte da imprensa, técnico elogiou a qualidade do elenco

Estadão Conteúdo

07 Junho 2018 | 19h38

Jorginho falou pela primeira vez nesta quinta-feira, em sua apresentação oficial no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, como técnico do Vasco. O novo comandante elogiou a qualidade do elenco e disse que o "muita gente vai se surpreender conosco", apesar das críticas da torcida e de especialistas sobre o futebol apresentado pelo clube cruzmaltino neste ano.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

"Não estamos chegando num momento tão complicado, mas existe um dúvida muito grande em relação ao potencial dos atletas. Sei do potencial e acredito muito nesse grupo. Muita gente vai se surpreender conosco nesse ano. Muitos torcedores me pararam na rua e desejaram sorte. Disse que vamos tentar reviver aqueles momentos de glória", afirmou Jorginho, que volta depois de duas temporadas.

O desafio é repetir o desempenho de sua primeira passagem, quando conquistou o título do Campeonato Carioca de forma invicta (em 2016) e chegou a ficar 34 jogos seguidos sem perder, a maior invencibilidade da história do clube em jogos oficiais.

Demitido do Ceará recentemente, Jorginho relembrou a sua trajetória como jogador e técnico do Vasco, firmando a sua identidade com a agremiação. "Estou muito feliz por retornar para um clube onde tive uma história maravilhosa como atleta. Joguei aqui durante dois anos e conquistei dois títulos importantes, sendo um deles conquistado com a maior virada da minha carreira, que foi a Copa Mercosul (2000). Tive o privilégio também de ser treinador do Vasco em 2015, num momento extremamente difícil, quando quase evitamos a queda e conquistamos o Carioca", observou Jorginho, substituto de Zé Ricardo, que pediu demissão após derrota por 2 a 1 para o Botafogo, no último sábado, no estádio de São Januário.

O presidente do Vasco, Alexandre Campello, justificou a escolha de Jorginho. "Foi o primeiro nome que veio na nossa cabeça. O que pesou também foi o fato dele ter sido um profissional que trabalhei. Possui uma identificação com o Vasco, já foi campeão e trabalhou aqui como treinador com ótimos resultados". O treinador chega ao clube junto do auxiliar-técnico Luiz Lubel e do preparador físico Joelton Urtiga.

Outro integrante da comissão apresentado nesta quinta-feira foi Paulo César Gusmão, que será coordenador técnico. Ele retorna ao Vasco após sete anos e comentou sobre o "momento de transição" da equipe. "Me preparei para uma nova função, para seguir dentro do futebol, e recebi esse convite. A posição de coordenador não está direcionada apenas para o profissional. Vou ajudar também na ligação com a base, na transição, nas escolhas, na metodologia", afirmou, ao deixar claro que "não sou executivo de futebol, não vou participar de negociação de valores, mas vou sempre procurar dar opiniões e passar informações para acertarmos em nossas escolhas".

O Vasco ainda não venceu fora de casa neste Campeonato Brasileiro. Atualmente é o 13.º colocado com 12 pontos, três acima da zona de rebaixamento. O próximo compromisso será contra o vice-líder Sport, neste sábado, às 19 horas, no estádio de São Januário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.