Mulher de policial assaltou treinador

Uma mulher detida como suspeita de ter participado do assalto ao ex-treinador do Once Caldas, Luis Fernando Montoya, é esposa de um policial e a arma utilizada por ela na ação pertencia ao marido. As informações foram divulgadas pela polícia de Medellín, neste sábado. Montoya, 47 anos, recebeu dois tiros próximos ao pescoço quando tentava defender sua mulher, Adriana Herrera, de um assalto. Internado em estado grave, ele sobreviveu aos tiros, mas ficará tetraplégico. Quatro pessoas foram detidas pela polícia, entre elas, duas mulheres. Uma delas, Luz Dary Yepes, de 31 anos, a mulher do policial, confessou ter participado do assalto. Sob o comando de Montoya, o Once Caldas conquistou neste ano a Copa Libertadores da América e foi vice-campeão da Copa Intercontinental ao perder para o Porto (campeão europeu), no pênaltis. Montoya continua internado em uma clínica em Medellín e já foi informado pelos médicos que ficará tetraplégico. Os médicos disseram que ele recebeu a notícia com ?serenidade?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.