Mulher de Rivaldo deixa hospital após acidente de carro, confirma ex-jogador

O ex-jogador Rivaldo confirmou que a sua mulher, Eliza Kaminski Ferreira, já deixou o hospital no qual foi internada depois de ter sofrido um acidente de carro na noite de quinta-feira, no Rodoanel, em Barueri-SP. Pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002 e eleito melhor jogador do mundo pela Fifa em 1999, o ex-meia usou a sua página no Instagram, rede social de compartilhamento de fotos e mensagens na internet, para festejar a alta dada pelos médicos no último final de semana.

Estadão Conteúdo

11 de abril de 2016 | 12h30

"Já em casa. Obrigado meu Deus!!! Nem sempre podemos controlar o que acontece conosco, mas sempre podemos controlar como reagiremos em cada situação. Quando nós fazemos a escolha de parar de reclamar e começamos a dar graças a Deus pelas coisas boas, nossos problemas se tornam bem menores. Por isso tenha uma atitude sempre positiva e um coração agradecido, independentemente do que você esteja passando", escreveu Rivaldo, que postou uma foto ao lado de Eliza e da filha Tamirys Ferreira, que também estava com a mãe na hora do acidente.

Tamirys recebeu alta do hospital já antes do final de semana, sendo que mãe e filha aparecem na última foto postada pelo ex-jogador ainda usando colares cervicais. Na última sexta-feira, o ex-meia também exibiu fotos na qual as duas usavam este tipo de proteção pouco depois do acidente, assim como ele publicou na sua rede social imagens do carro destruído com a batida sofrida no Rodoanel.

Prestes a completar 44 anos de idade no próximo dia 19, Rivaldo chegou a atuar pelo Mogi Mirim no ano passado, quando resolveu adiar sua aposentadoria, anunciada 16 meses antes em 2014, para ajudar o clube que ele chegou a presidir - na época, a equipe estava na luta para não ser rebaixada da Série B para a Série C do Brasileiro, mas o time acabou caindo para a terceira divisão nacional meses depois.

No dia 14 de julho do ano passado, o craque também entrou para a história do futebol ao atuar ao lado do filho, Rivaldinho, em um jogo do Mogi Mirim no qual ambos marcaram gols na vitória por 3 a 1 sobre o Macaé, justamente pela Série B. Ele, porém, acabou se aposentando menos de um mês depois, em 12 de agosto, por não suportar mais as dores no joelho direito, operado também no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRivaldoacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.