Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Mulher do goleiro Jean, do São Paulo, acusa o marido de agressão; veja vídeo

Em vídeo publicado nas redes sociais, Milena Bemfica mostra que está com o rosto inchado e hematomas

Redação, O Estado de S. Paulo

18 de dezembro de 2019 | 09h17

A mulher do goleiro Jean, do São Paulo, Milena Bemfica, acusou o marido de agressão nesta quarta-feira de manhã. Em uma sequência de vídeos publicados no seu Instagram e logo depois apagados, Milena aparece com o rosto inchado. Ela afirma que apanhou do jogador de futebol após um desentendimento durante viagem de férias do casal para Orlando, nos Estados Unidos. O atleta foi capturado pelo Escritório Policial do Condado de Orange, na Flórida. A ficha de prisão está publicada no site do governo local.

"Eu estou aqui em Orlando e olha o que o Jean acabou de fazer comigo. Jean acabou de me bater. Gente, socorro! Olha para isso, gente. Jean, goleiro do São Paulo. Olha o que ele fez comigo. Eu quero justiça, quero justiça!", desabafou Milena. A mulher do jogador afirma que gravou o vídeo trancada no banheiro do hotel onde estavam. Teria feito isso para evitar que fosse novamente agredida por Jean, que ainda não se manifestou.

Em outro vídeo, é possível notar que enquanto Milena gravava sua acusação, ouvia-se ao fundo uma voz masculina. Logo depois, Milena divulgou a captura de tela de uma conversa que teve com o jogador após a divulgação dos acusações. No diálogo, Jean faz uma ameaça. "Parabéns. Terminou com a minha carreira. E suas filhas vão passar fome", disse o goleiro.

Milena apagou os vídeos e depois publicou um outro para avisar que estava bem e na companhia das filhas. Nada disse sobre Jean. "Depois vou me pronunciar. Estou incomunicável", comentou. A reportagem do Estado entrou em contato com a assessoria de imprensa do atleta, que ainda não se manifestou. 

Em nota oficial, o São Paulo informou que vai aguardar a apuração do caso para avaliar uma possível punição. "O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir medidas cabíveis. Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles", diz o texto. 

Jean chegou a ser testado no gol do São Paulo após a saída de Rogério Ceni. Ele foi comprado do Bahia. Não convenceu e entrou num rodízio de goleiros no time, até a afirmação de Volpi, atualmente titular do técnico Fernando Diniz. Caso sua mulher faça boletim de ocorrência quando retornar ao Brasil, o jogador terá de responder criminalmente pelo que fez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.