Müller desfalca a Portuguesa contra CRB

A Portuguesa sabe que somente a vitória contra o CRB, nesta sexta-feira, às 20h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió, mantém as viva as chances de classificação da equipe para a próxima fase da Série B do Campeonato Brasileiro. Um empate complica a situação da equipe - em 9º lugar, com 25 pontos - e uma derrota praticamente deixa o time fora da etapa mais importante da competição. O atacante Müller, com dores nas costas, foi vetado pelos médicos e nem viajou com o grupo. André Luís será a novidade no time, assim como o zagueiro Evaldo, na vaga de William, suspenso, e o volante Bruno, em lugar de Ricardo Lopes, contundido.Os desfalques não preocupam o técnico Heriberto da Cunha, que exige da equipe o mesmo empenho da goleada sobre o Avaí, por 4 a 1, no Canindé, na semana passada. "Precisamos jogar da mesma maneira, mesmo sendo fora de casa", disse o treinador. "Para mim, o time não deve jogar fechado porque a partida não será no Canindé. Se atuarmos só nos contra-ataques e sofrermos um gol, daí precisamos ficar correndo atrás do resultado." O meia Sérgio Manoel é uma das esperanças de Heriberto.Há dois meses no clube, o jogador vive seu melhor momento na equipe. Foi destaque na vitória sobre o Avaí: marcou o primeiro gol, em cobrança de falta, e deu o passe para o terceiro. "Eu sabia que, com mais entrosamento, poderia subir de produção. Daqui para frente, a tendência é melhorar meu rendimento e poder ajudar o clube a conseguir a classificação", disse.A comissão técnica já fez os cálculos para chegar à segunda fase. Para Heriberto, se o time conseguir 34 pontos, garante uma das oito vagas. "Das equipes que lutam pela classificação, a nossa situação é a mais difícil, pois enfrentaremos adversários diretos, como o CRB, o Santa Cruz, o América-MG e o Sport", disse Heriberto. "O ideal é conseguirmos a classificação antes do último jogo, contra o Sport."O elenco da Portuguesa viajou para Maceió nesta quinta-feira pela manhã, e à tarde, fez um rápido treino de reconhecimento no gramado do estádio Rei Pelé. A volta para São Paulo será no sábado à tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.