AFP
AFP

Müller faz golaço, Coman decide e Bayern vence fora

Bayern de Munique bate Olympiakos por 3 a 0 na Grécia

Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2015 | 17h45

Thomas Müller errou o cruzamento ou acertou o chute? A resposta não faz muita diferença. O importante é que a batida do atacante alemão encobriu o goleiro Roberto Jiménez e abriu o caminho para a vitória do Bayern de Munique sobre o Olympiakos, por 3 a 0, nesta quarta-feira, fora de casa, na abertura do Grupo F da Liga dos Campeões. Os últimos dois gols saíram no finalzinho, graças ao talento do jovem Coman. Já o Arsenal fez feio e levou 2 a 1 do Dínamo Zagreb, na Croácia.

O gol que abriu o placar na Grécia aconteceu aos 6 minutos do segundo tempo. Müller recebeu pela meia-direita, quase na linha lateral, e mandou em direção à área, sem chances para o goleiro. Pesa a favor da versão de que o atacante tentou chutar o fato de que não havia nenhum jogador do Bayern bem posicionado na área para completar o que seria um cruzamento.

O gol fez justiça ao que havia sido o jogo no primeiro tempo. O Olympiakos começou equilibrando forças com o Bayern, chegou a dar trabalho para Neuer, mas foi o time alemão quem mais atacou na etapa inicial, atingindo quase 75% da posse de bola. Jiménez, entretanto, não deixou o placar ser aberto.

Depois que Müller fez 1 a 0, o Olympiakos se abriu. Saiu o argentino Cambiasso e entrou mais um atacante, e isso abriu espaço para o Bayern tentar o segundo. Pela ponta, Douglas Costa era sempre perigoso, criando chances reais de gol. Thiago Alcântara, entretanto, desperdiçou uma. Müller chutou em cima do goleiro outra.

Para o Olympiakos, o meia brasileiro Leandro Salino chegou a balançar a rede, mas pelo lado de fora. O atacante Sebá, formado no Cruzeiro, também entrou, mas teve pouco tempo para mostrar seu futebol. Aberto, o time grego levou mais dois gols.

Contratado no fechamento da janela de transferências junto à Juventus, o francês Coman chegou à linha de fundo e rolou para Götze, que dominou bonito e bateu para fazer o segundo. Em pênalti sofrido pelo reforço de 19 anos, Müller fechou a conta.

ZEBRA

No outro jogo pelo Grupo D, o Arsenal deu vexame. Jogando na Croácia, levou 2 a 1 do Dínamo Zagreb. O primeiro gol foi contra, marcado por Oxlade-Chamberlain aos 24 minutos. O meia-atacante inglês chegou travando o atacante, a bola bateu nele e entrou.

Na segunda etapa, aos 13, Paulo Machado bateu escanteio e o chileno Fernándes fez 2 a 0. Mesmo o segundo tempo com um jogador a menos - Giroud havia sido expulso -, o Arsenal descontou. Walcott, que havia entrado no lugar de Oxlade-Chamberlain, marcou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.