Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Multicampeão da Copa do Brasil, Felipão reinicia caminhada no torneio

Técnico tetracampeão da competição defende retrospecto em mata-mata contra o Bahia

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 Agosto 2018 | 11h00

Se algum treinador é especialista em Copa do Brasil, o nome dele é Luiz Felipe Scolari. O atual treinador do Palmeiras enfrenta nesta quinta-feira o Bahia, no Pacaembu, no reencontro com o torneio do qual é o maior vencedor da história, com quatro títulos conquistados. O último deles, inclusive, foi pelo próprio time alviverde, em 2012.

Em 11 participações no torneio, Felipão disputou cinco finais e foi duas vezes semifinalista. No total ele fez 85 jogos com 50 vitórias, 24 empates e 11 derrotas, um aproveitamento de 68%. Os títulos foram conquistados com o Criciúma, em 1991, de forma invicta, Grêmio, em 1994, e no comando do Palmeiras em duas ocasiões, 1998 e 2012.

"O Felipão sabe como ninguém jogar esse tipo de competição. Tenho certeza que ele vai montar a melhor estratégia para que a gente consiga conquistar essa vaga. A Copa do Brasil é uma competição traiçoeira e temos que ter atenção durante os noventa minutos", disse o zagueiro Antonio Carlos, possível titular da equipe para o jogo contra o Bahia.

Os dois times empataram no jogo de ida, em Salvador, por 0 a 0, com o Palmeiras dirigido por Paulo Turra, auxiliar de Felipão. Quem ganhar no Pacaembu, avança e vai pegar o Cruzeiro na semifinal. Se houver novo empate, a disputa irá para os pênaltis. Mais de 20 mil ingressos foram vendidos antecipadamente.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.