Thomas Samson / AFP
Thomas Samson / AFP

Daniel Alves diz que sabe como ser campeão e pede para ser ouvido no PSG

Jogador com mais títulos na história do futebol afirma que tem o conhecimento para ganhar mais e destaca sua experiência

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2019 | 16h54

O lateral-direito Daniel Alves garantiu saber o caminho para o Paris Saint-Germain chegar à conquista inédita da Liga dos Campeões. Multicampeão, o jogador brasileiro afirmou que o clube francês tem de ouvir os seus conselhos se quiser vencer a principal competição de futebol do Velho Continente.

"Eu sei como vencer", garantiu Daniel Alves, em entrevista à radio francesa RMC Sport. O Paris Saint-Germain foi eliminado da Liga dos Campeões nas oitavas de final nos últimos três anos. Nesta temporada, caiu para o Manchester United depois de vencer o primeiro jogo por 2 a 0, na Inglaterra, e perder em casa por 3 a 1.

O lateral-direito reclamou que o clube deveria dar mais voz a ele. "Quando quero dizer algo, gostaria de ser ouvido. Não porque eu sou melhor que qualquer outro, mas porque eu cheguei lá", disse, em referência às suas três conquistas da Liga dos Campeões quando atuava pelo Barcelona.

Daniel Alves é, atualmente, o jogador mais vencedor do futebol mundial. Na sua galeria de troféus, além da Liga dos Campeões também estão três conquistas do Mundial de Clubes da Fifa e duas taças da Liga Europa. "Quando alguém chega lá, talvez seja bom ouvir essas pessoas, para confiar em sua experiência. Talvez funcione, talvez não. Eu gostaria que, quando eu dissesse algo, fosse mais ouvido", afirmou.

Daniel Alves está no Paris Saint-Germain desde 2017 e negocia a extensão de seu vínculo com o clube francês por mais um ano. Acostumado a jogar em grandes clubes - além da passagem vitoriosa pelo Barcelona, o brasileiro defendeu o Sevilla, da Espanha, e teve uma aparição curta na Juventus, da Itália - o lateral-direito avalia que o PSG precisa ter consciência de que a história está contra ele quando enfrenta equipes tradicionais da Europa. "Quando você enfrenta um adversário histórico no futebol, boxe ou tênis, a história sempre estará sempre contra você", disse.

Se não tem tanta tradição continental, o Paris Saint-Germain está prestes a conquistar o seu oitavo título do Campeonato Francês com sete rodadas de antecedência. Basta o time de Paris, líder com 81 pontos, empatar contra o segundo colocado Lille, neste domingo, fora de casa, para se tornar campeão nacional mais uma vez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.