Geert Vanden Wijngaert/AP
Geert Vanden Wijngaert/AP

Multidão acompanha o funeral de Malanda, jogador do Wolfsburg

Basílica de Bruxelas recebe mais de mil pessoas para se despedir de jogador do Wolfsburg, morto há dez dias em acidente de carro

Estadão Conteúdo

20 de janeiro de 2015 | 15h45

Mais de mil pessoas foram à Basílica de Bruxelas, na capital belga, nesta terça-feira, para prestar suas últimas homenagens a Junior Malanda, jovem jogador do Wolfsburg morto há dez dias. Populares e alguns ex-companheiros do meio-campista estiveram no local para acompanhar o funeral.

Entre os presentes, muitos vestiam as cores do Wolfsburg. Algumas das presenças mais ilustres eram o técnico da seleção belga, Marc Wilmots, o treinador do Wolfsburg, Dieter Hecking, e o gerente de futebol do clube alemão, Klaus Allofs. Mbaye Leye, amigo de Malanda e também jogador profissional, falou sobre o funeral. "Este é um dia duro para todos. Estamos aqui para apoiar a família."

Malanda, de apenas 20 anos, morreu no último dia 10 em acidente automobilístico nas cercanias de Bielefeld, no oeste da Alemanha. Ele estava no banco de trás, sem cinto de segurança, no carro que bateu violentamente em uma árvore. Com a força do impacto, foi arremessado para fora do veículo e faleceu na hora.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolWolfsburgMalanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.