Mundial de Clubes deve ser adiado

O sonho do Palmeiras de conquistar o título mundial deve ser adiado, no mínimo para 2003. A competição patrocinada pela Fifa, e que teve a primeira edição em 2000 (disputada no Brasil, foi vencida pelo Corinthians), não deve ser realizada este ano. O torneio com a participação de 12 equipes está marcado para o fim de julho e o início de agosto, nas cidades espanholas de Madri e La Coruña. Mas surgiram, nos últimos dias, indícios claros de que será transferido. A dificuldade principal seria conseqüência da falência da ISL, a multinacional de marketing com sede na Suíça e que coordenava os principais eventos promovidos pela Fifa.A Federação Espanhola de Futebol ainda não se manifestou a respeito. Mas, em Madri, dirigentes locais insinuam que a Traffic, empresa brasileira que detém os direitos de comercialização e de transmissão por televisão do Mundial, estaria encontrando dificuldades para vender o torneio. A Fifa está realizando uma reunião de seu comitê de finanças em Zurique e deve anunciar a decisão definitiva sobre o Mundial de Clubes até segunda-feira.Os temores dos espanhóis foram em parte confirmados nesta quinta-feira por J. Hawilla, presidente da Traffic. O empresário disse que a quebra da ISL "retraiu o mercado". Ele deu pistas a respeito da posição que a Fifa deve tomar. "O Mundial da Fifa não vai acabar", garantiu hoje, no Rio, depois do sorteio da primeira fase da Copa Mercosul. "No máximo, deve ser transferido para outra data. Com a falência da ISL, ficou muito caro para a Fifa bancar os custos de um torneio que está muito perto."O Mundial, se ficar mesmo para 2003, pode ser disputado por 16 equipes, no mesmo período previsto para este ano e ainda na Espanha. Corinthians, vencedor do ano passado, e Barcelona seriam convidados. Dirigentes do clube paulista já iniciaram lobby. O representante da Argentina no torneio da Fifa, Boca Juniors, já se considera fora. O vice-presidente Pedro Pompilio afirmou nesta quinta-feira que o clube estuda um esquema de amistosos para julho e agosto. ?Não posso dar detalhes para não comprometer minhas fontes, mas a informação que tenho é que o Mundial não será realizado?, disse o dirigente.Até o final da tarde desta quinta-feira, o Palmeiras, único representante brasileiro na competição, desconhecia o cancelamento do seu sonho e não havia alterado sua programação. "Já recebemos dez circulares da Fifa a respeito do torneio", revelou o diretor de futebol do clube, Américo Faria. "Temos tudo planejado."O Palmeiras vem priorizando o Mundial desde o início do ano. O clube já tinha criado um plano para levar torcedores brasileiros para a Espanha e contava com a assinatura de um contrato de patrocínio com a Pirelli , que começaria justamente no torneio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.