Munique, em clima de Copa, já vê a cerimônia de abertura

Começou a instantes a Copa do Mundo 2006. A cerimônia de abertura do 18.º Mundial de futebol foi aberta com uma apresentação de artistas no gramado do Estádio Allianz Arena, em Munique, e terá duração de cerca de 20 minutos. O brasileiro Pelé, o rei do futebol, e a alemã Claudia Schiffer, rainha das passarelas, são os apresentadores do evento, que tem como auge a chegada do troféu Copa do Mundo. Mais tarde, às 13 horas, neste mesmo palco acontecerá a abertura da competição entre Alemanha e Costa Rica. Desta vez, a Fifa optou por evitar uma festa muito longa, mas ainda assim os organizadores prometem uma cerimônia marcante, com momentos de grande emoção. Um deles é o desfile de pelo menos 158 ex-jogadores (55 deles brasileiros) que conquistaram títulos nos 17 Mundiais anteriores. Pelé também estará presente nesta parte do evento e deverá ter a seu lado Zito, Dunga, Rivellino, entre outros. Maradona, vencedor em 1986, também estará no Allianz Arena, assim como o inglês Bobby Charlton, campeão em 1966. Os 22 jogadores que formaram o elenco da Alemanha campeã em 1974 também comparecerão à festa. Do título ganho 20 anos antes, cinco jogadores estarão presentes. Apenas o presidente alemão, Horst Koehler, vai falar, dando as boas-vindas do país à Copa, logo depois de a primeira-ministra Angela Merkel declarar oficialmente aberto o Mundial. Artisticamente, a festa será uma mistura de tradição e modernidade, segundo Christian Stuckl, diretor do Teatro Popular de Munique e responsável por esta parte da cerimônia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.