Muricy admite que Santos vai 'sofrer' no Brasileirão

A derrota para o líder Atlético Mineiro nesta quinta-feira, fora de casa, por 2 a 0, deixou o Santos na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. E, para Muricy Ramalho, a situação não será facilmente contornável. Com os desfalques de Neymar, Paulo Henrique Ganso e Rafael, o treinador reconheceu que o time sofrerá na competição.

AE, Agência Estado

27 de julho de 2012 | 08h09

"Vamos sofrer um pouco, não é pouca gente que saiu. Agora temos que sofrer, lutar e trabalhar pra acertar o time", avaliou o treinador, preocupado com o rendimento do Santos no Brasileirão, ao SporTV.

Sobre o desempenho contra o Atlético Mineiro, Muricy até aprovou a atuação na etapa inicial. Mas disse que ainda falta muita coisa. "O time jogou bem, mas é muito pouco o que fizemos. Tivemos até um primeiro tempo razoável, mas não tivemos força pra chegar. O Atlético mereceu o resultado".

O volante Arouca, por sua vez, procurou minimizar os desfalques e assegurou que a equipe precisa se concentrar nos treinamentos para evoluir nas próximas partidas. "Percebemos nessa partida que o time lutou, principalmente no primeiro tempo. Mas mesmo com os desfalques a equipe precisa melhorar. Não tem muito o que dizer. É trabalhar", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSantosMuricy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.