Muricy ainda não definiu quem irá marcar Valdivia

Sem o volante Zé Luís, suspenso, técnico do São Paulo está em dúvida entre Fábio Santos e Hernanes

Agência Estado,

16 de abril de 2008 | 19h08

Sem poder contar com o volante Zé Luís, que está suspenso, o técnico Muricy Ramalho ainda estuda quem colocará na marcação do meia chileno Valdivia, do Palmeiras, para o segundo jogo da semifinal no Campeonato Paulista. As opções do comandante são-paulino são Fábio Santos, que acabou de ser reintegrado ao elenco, e Hernanes. E os dois já disseram que aceitam a missão.   Veja também:  Carlos Alberto é afastado definitivamente do São Paulo  Vote: o gol de mão de Adriano foi intencional?   Vote: quem disputará a final do Paulistão?  Serviço: para quem vai ao clássico no Palestra "Se o professor pedir, faço sem problema. O importante é pensar em marcar sem falta, com muita lealdade", afirmou Fábio Santos, ao falar sobre a marcação em Valdivia, considerado o principal jogador do time do Palmeiras.   Hernanes adota discurso parecido e relembra o clássico contra o Palmeiras ainda na primeira fase do Paulistão. "Se cair na minha mão, tudo bem. No jogo em Ribeirão Preto fiquei o primeiro tempo todo em cima do Valdivia. No segundo, ele caiu mais pela direita e não acompanhei", lembrou o volante.   Aliás, enquanto Hernanes ficou na marcação do chileno naquele jogo em Ribeirão Preto, o astro do Palmeiras pouco produziu. Já na etapa final, Valdivia acabou sendo decisivo na vitória palmeirense por 4 a 1.   Independentemente de quem for marcar Valdivia no domingo, os jogadores do São Paulo querem tentar anulá-lo como aconteceu na primeira partida da semifinal. Afinal, esse é um dos segredos para sair do Palestra Itália com a classificação para a final do Paulistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.