Muricy aposta que Santos fará um grande segundo turno

Aliviado com a vitória contra o ex-clube, Muricy Ramalho disse que gostou do jogo e que o Santos está subindo de produção com o retorno dos jogadores que estavam na seleção principal e na sub-20. "Nosso time completo é forte e vai disputar um grande segundo turno. O problema não era com os pontos e sim o time não estar jogando bem. Eu entendia porque os caras deram a vida para ganhar os dois títulos e sofreram um grande desgaste".

SANCHES FILHO, Agência Estado

24 de agosto de 2011 | 23h31

O técnico também ficou contente com a notícia que recebeu da diretoria de que Rafael vai continuar no clube até o fim do ano para participar do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão, apesar da proposta de 4 milhões de euros (R$ 9,2 milhões) recebida do Palermo, da Itália.

Autor dos dois gols da vitória e artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro, agora com 12 gols, Borges atribuiu sua boa atuação à qualidade da equipe. "Neymar é impressionante. Ele é diferenciado, assim como Ganso, Danilo e Elano. O elenco do Santos é muito bom e se não vinha bem era por questão de entrosamento".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantosMuricy RamalhoBorges

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.