Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Muricy aprova atuação e pede mais calma à torcida

'Temos a posse de bola boa, envolvemos o adversário, mas falta concluir mais', afirma o treinador

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agencia Estado

04 de fevereiro de 2010 | 21h43

O técnico Muricy Ramalho, do Palmeiras, dificilmente critica o seu time publicamente. Falar mal de algum jogador específico, então, nem pensar. Apesar do chiado da torcida, após o empate com a Portuguesa, o treinador repetiu os discurso das últimas rodadas e afirmou que tem gostado da forma de jogo da equipe. Na sua opinião, falta apenas arriscar mais chutes ao gol. "Temos a posse de bola boa, envolvemos o adversário, mas falta concluir mais", concluiu.  

 

Veja também:

link Palmeiras sofre queda de energia

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

Sem vencer há dois jogos (derrota para Corinthians e empate com a Lusa), o técnico pede calma aos torcedores. Sabe que o pessoal que vai ao estádio está impaciente, mas avisa que o Palmeiras está se entrosando a cada jogo e diz que a torcida pode ficar otimista com as contratações que estão para chegar. "Estamos jogando bem, isso que é importante", pregou. "Infelizmente todos só veem o resultado".

Muricy se irritou com a pergunta de um jornalista, que teve uma análise diferente. "O Palmeiras não foi pior no primeiro tempo, isso é você que está dizendo. Foi um jogo igual, onde um erro nosso permitiu o gol da Portuguesa", falou. "No segundo tempo voltamos melhor".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.