Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Muricy aprova eventual retorno de zagueiro Lugano ao São Paulo

Treinador admite que a experiência atleta seria útil para o time

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

25 de maio de 2014 | 13h33

SÃO PAULO - Ídolo da torcida do São Paulo e bastante pedido pela torcida, o zagueiro uruguaio Lugano ganhou força no clube na noite de sábado. O técnico Muricy Ramalho disse após a vitória sobre o Grêmio que tem interesse na volta do jogador, que rescindiu o contrato com West Bromwich, da Inglaterra, e está atualmente sem clube.

Durante a partida no Morumbi, a torcida gritou várias vezes "Volta, Lugano!" e exibiu faixas do lado de fora do estádio para pedir o retorno do uruguaio, que atuou entre 2003 e 2006 no São Paulo e ganhou como títulos principais a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes em 2005. "Quem sabe nós teremos a felicidade de trazer o Lugano. Tem outros times querendo, mas vamos olhando com carinho essa situação e esperar a Copa do Mundo", afirmou.

O zagueiro é o capitão da seleção uruguaia e, mesmo bastante identificado com o São Paulo, a diretoria negou interesse na contratação. Apesar disso, a pressão da torcida e a necessidade de trazer um defensor podem pesar. "Tive a felicidade de trabalhar com o Lugano. É um jogador de nível internacional, está na Copa do Mundo e, além disso, tem um grande caráter e é amigo de todos aqui", disse o treinador.

A diretoria tem como prioridade para as próximas semanas trazer um defensor. O primeiro nome da lista é Rafael Toloi, que está emprestado para a Roma, da Itália, e aguarda definição se será comprado ou não em definitivo pelos europeus por R$ 16,5 milhões. No setor, o titular absoluto é Antonio Carlos. O companheiro dele tem sido Rodrigo Caio, volante de origem, mas que está disputando um torneio pela seleção brasileira sub-21 e tem sido substituído pelo garoto Lucão, de apenas 18 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.