Muricy celebra São Paulo bem fisicamente no fim do ano

Muricy celebra São Paulo bem fisicamente no fim do ano

Treinador destaca dificuldade de manter elenco em boas condições devido a maratona de jogos e valoriza 'preservação' de jogadores

FERNANDO FARO, O Estado de S. Paulo

28 de outubro de 2014 | 09h05

Com o afunilamento da temporada e ainda brigando pelos títulos brasileiro e da Copa Sul-Americana, o São Paulo tem conseguido administrar o desgaste dos seus jogadores e chega à fase derradeira com praticamente todo o elenco em boas condições físicas.

Para Muricy Ramalho, o alinhamento da comissão técnica com os médicos está surtindo efeito e os jogadores estão conseguindo ser preservados para os jogos decisivos.

"Não temos muito como administrar, pedimos opinião para todos os médicos e usar nossa estrutura. Estamos recuperando praticamente todo mundo e vamos utilizar nossos jogadores. Os patrocinadores não gostam quando tiram um ou outro jogador, mas se não tivéssemos feito isso com o Kaká ele teria estourado, só que da forma como fizemos ele chegou à seleção. Vamos revezar um pouquinho", disse o técnico, após a vitória por 3 a 0 sobre o Goiás.

Contra o Goiás, por exemplo, o treinador pôde dar descanso a Paulo Miranda, Rafael Toloi e Kaká, que cumpriram suspensão. O trio volta contra o Emelec, nesta quinta-feira, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. No duelo contra os equatorianos, será a vez de Denilson e Luis Fabiano descansarem - ambos estão suspensos.

"Essa competição é difícil porque a gente não sabe se vai ter voo, onde vamos jogar... Não dá pra fazer um planejamento. Não temos um plantel como o do Cruzeiro, mas estamos chegando com nosso elenco bem. Hoje saiu o Souza e o Maicon entrou muito bem. O Kaká não jogou, mas o Michel foi bem. Priorizar é difícil, se falar que vai priorizar o pessoal fica bravo. Vamos usar os exames e o que temos à disposição", ponderou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.