JF Diorio/AE
JF Diorio/AE

Muricy cobra mais empenho dos jogadores do Palmeiras

Técnico quer vitória diante do Flamengo no domingo para manter a vantagem de cinco pontos sobre São Paulo

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2009 | 19h50

O técnico Muricy Ramalho adora uma reta final de campeonato, fase em que costuma se dar bem - é tricampeão brasileiro. Mas não esconde preocupação e pede "um pouco mais" ao líder Palmeiras nas últimas nove rodadas para evitar frustração. Nas duas últimas (2 a 2 com o Avaí e 3 a 0 Náutico) o time deixou escapar a chance de disparar na classificação e não admite mais falhas.

 

Veja também:

link Robert ganha vaga no ataque do Palmeiras

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

 

"Todo mundo está brigando por algo na competição e é hora de darmos um pouco mais para chegar na frente", alertou. Muricy, contudo, tem o que comemorar: a volta Edmílson, Armero, Diego Souza e Vagner Love, jogadores importantes que não estiveram a derrota para o Náutico (3 a 0), na segunda-feira. "Realmente sentimos muito quando há mudanças", admite o técnico. "Com a base de volta, o entrosamento será melhor."

 

Mesmo assim, Muricy contém a empolgação. Nada de entusiasmo. "Estamos chegando no momento decisivo e gosto desse desafio, de pressão", diz. Porém... "Estamos há 14 rodadas na liderança e ninguém fala", lamenta. "Só dizem dos perseguidores. Temos de deixar de falar um pouco e continuar firmes."

 

E tem a receita do sucesso. "Querer mais que os adversários. Só assim se vai a algum lugar na vida", diz. "Temos de correr atrás das coisas, apertar, sem acomodação."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.