Muricy confia em São Paulo forte na retal final do Paulistão

Até aqui, a equipe tem se mostrado imbatível no Morumbi e um desastre longe de casa

Agência Estado

10 de fevereiro de 2014 | 08h25

SÃO PAULO - O técnico Muricy Ramalho confia que o São Paulo será um time mais regular em breve e estará preparado para brigar pelo título paulista lá na frente. Até aqui, após sete rodadas, a equipe tem se mostrado imbatível no Morumbi e um desastre longe de casa. O time tricolor perdeu os três jogos como visitante. O último no domingo, diante da Ponte Preta, por 2 a 1, em Campinas. A liderança do Grupo A se dá graças ao desempenho como mandante. São 12 pontos em quatro partidas.

"Estamos construindo um novo time, mudando completamente o dos outros anos, principalmente o do ano passado. Com certeza, no final do Campeonato Paulista estaremos com um time bastante forte", afirmou Muricy.

Se mantiver o desempenho, mesmo tropeçando fora de casa, o São Paulo, certamente, vai se classificar às quartas de final. Até lá, o treinador espera uma resposta positiva do elenco. "Vamos montar um time grande. Para jogar no São Paulo, tem que ser tecnicamente superior, controlar o jogo e se impor na casa do adversário. Time grande tem que se impor. Isso é da personalidade do atleta também. Tem jogador que só joga bem em casa, não pode", completou.

A diretoria também está atenta ao desenvolvimento da equipe. Internamente o comentário é o de que Muricy não tem mais do que reclamar. Além de Luis Ricardo, que chegou no começo do ano, o São Paulo contratou Alvaro Pereira, Souza e Pabon.

O atacante Alexandre Pato também chegou do Corinthians, mas só poderá ser utilizado na Copa do Brasil. O ex-corintiano fez cinco partidas pelo Campeonato Paulista. O limite para que ele pudesse atuar na competição estadual era o de no máximo três jogos disputados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.