Muricy confirma Santos completo diante do Coritiba

Com a eliminação na Libertadores, o Santos volta todas as atenções para o Campeonato Brasileiro. Para melhorar a fraca campanha na competição até o momento, o técnico Muricy Ramalho não quer saber de descanso e confirmou nesta sexta-feira que a equipe vai com força máxima para a partida diante do Coritiba, no domingo, na Vila Belmiro, pela sexta rodada.

SANCHES FILHO, Agência Estado

22 de junho de 2012 | 12h29

Nem mesmo o atacante Neymar, apontado como "desgastado" pelo presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, ficará de fora. Outro que era dúvida para a partida é o meia Paulo Henrique Ganso. Ele acelerou sua recuperação após cirurgia no joelho direito para enfrentar o Corinthians e, por isso, o departamento médico santista havia descartado sua presença em campo neste domingo. Muricy, no entanto, confirmou que ele jogará.

"Não tenho motivos para poupar. Foi um desgaste muito grande contra o Corinthians, mas os exames apontaram que está todo mundo bem. A recuperação foi boa e vai jogar todo mundo, até porque teremos uma semana cheia depois", disse o treinador, lembrando que o Santos não tem partida marcada para o meio da semana que vem.

O que mais preocupa Muricy, no entanto, não é o cansaço físico, mas sim o desgaste mental. O técnico admitiu que os jogadores ainda estão sentindo a eliminação diante do rival paulista e disse que não tem prazo para recuperação. "Não tem um prazo para recuperação do grupo, é difícil fazer previsão. Os jogadores estão tristes, mas não abatidos. Sempre que há uma eliminação como essa, o grupo sofre", comentou.

Com todos os titulares, o treinador espera que o Santos se recupere no Brasileirão. Em cinco partidas, a equipe ainda não venceu e ocupa apenas a 17.ª posição, com dois pontos. Mesmo atuando com time totalmente reserva em boa parte destes jogos, Muricy esperava melhores resultados, que segundo ele só não aconteceram por conta das diversas lesões no elenco.

"O Santos tem um plantel bom, mas o começo de campeonato não foi bom porque tivemos muitos jogadores machucados", afirmou, lembrando de nomes como Rafael Galhardo, David Braz, Bernardo e Fucile, que vem desfalcando a equipe.

No treino desta sexta, os titulares fizeram um trabalho de recuperação física e apenas correram em volta do gramado. Menos Neymar e Elano, que participaram de um treino coletivo entre os reservas e o time sub-20.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSantos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.