Muricy diz ainda ter dúvida entre Thiago ou Leandro

Se não sofrer gols do Palmeiras, o São Paulo se garante na quarta-de-final da Copa Libertadores. Mas é o ataque do time tricolor que preocupa o técnico Muricy Ramalho. Thiago se recupera de lesão muscular e pode abrir espaço para Leandro, que tem jogado bem, quando entra no segundo tempo. ?Os dois são velozes. Independentemente de quem jogue, não muda muito nosso jeito de atuar?, explica Muricy, confiante de que seu time vai aproveitar o fato de jogar em casa. ?O Morumbi tem sido um diferencial. O São Paulo vai bem nas competições, porque conquista a maioria das vitórias no seu estádio, graças ao apoio da nossa torcida.? Da mesma forma como ocorreu na semana passada, no Palestra Itália, Muricy espera um confronto de muita marcação. ?Fizemos o primeiro gol, mas não compactamos a equipe, meio-campo e ataque ficaram muito isolados?, conta. ?Não podemos dar espaços e descuidar da marcação.? O treinador mantém a cautela ao falar sobre o Palmeiras e insiste na máxima de que em clássico não existe favoritismo nem tabu - o São Paulo jamais perdeu para o rival, na Libertadores. ?O jogo que passou, não conta mais?, resume. ?Estamos num momento melhor, mas num jogo desse porte, não há favorito.? Para não desgastar os jogadores, o elenco não treinou pênaltis. ?Em pênalti não tem treino, vale a confiança?, diz Muricy. Thiago está recuperado da contusão Thiago treinou normalmente nesta terça à tarde e garante estar recuperado da contratura na perna esquerda, que o deixou fora do jogo contra o Santa Cruz. Se atuar, já planeja o caminho da vitória. ?A defesa do Palmeiras tem jogadores de qualidade, mas por atuarmos no Morumbi, teremos mais espaço para usar nossa velocidade?, opina. ?Se jogarmos assim, poderemos nos classificar.? A má fase - não faz gols desde o dia 9 de abril, na vitória por 2 a 0 sobre o Ituano, pelo Estadual - não assusta o atacante. ?Se o São Paulo vencer, não me importo de não fazer o gol.?

Agencia Estado,

02 Maio 2006 | 19h30

Mais conteúdo sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.