Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Muricy diz que chance de título do Palmeiras é grande

Treinador quer fim dos tropeços na partida desta quarta-feira diante do Santo André, fora de casa

VÍTOR MARQUES, Jornal da Tarde

18 de outubro de 2009 | 21h06

Muricy Ramalho fez uma análise da reta final de Campeonato Brasileiro: os times que estão na ponta da tabela estão jogando mal e caindo de produção. "É engraçado, difícil de explicar. Quem está jogando bem, é quem está ganhando, caso do Cruzeiro, do Flamengo. Os demais estão caindo numa hora que não poderiam cair", afirmou o treinador, após a derrota de 2 a 0 para o Flamengo, neste domingo.

 

Veja também:

linkPetkovic acaba com o Palmeiras dentro do Palestra Itália

forum Bate-Pronto: Alguém quer ganhar o Brasileiro?

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Muricy Ramalho não excluiu o Palmeiras desse grupo, afinal sua equipe completou seu terceiro jogo sem vitória no campeonato. Depois dos 3 a 1 sobre o Santos, no dia 4 de outubro, na Vila Belmiro, o time empatou com o Avaí (2 a 2), perdeu para Náutico (3 a 0) e agora caiu diante do Flamengo (2 a 0).

Irritado com alguns jornalistas, ele só reclamou que a imprensa fala mais dos times que estão tentando encostar no Palmeiras do que dos méritos de sua equipe. "Estamos há 16 rodadas na liderança e ninguém fala nisso", esbravejou Muricy, que, apesar dos tropeços, ainda vê o Palmeiras como favorito à conquista do título brasileiro.  "Nossa chance ainda é grande."

A derrota para o Flamengo também expôs o treinador às primeiras vaias no Palestra Itália, que recebeu neste domingo o maior público do ano, pouco mais de 26 mil torcedores. Depois que a partida já estava 2 a 0 para a equipe carioca, torcedores pediam raça aos jogadores. "Eles [torcedores] têm o direito de vaiar. Pagaram ingresso e o time perdeu. Podem vaiar o time, mas o que não faltou foi luta."

Sobre o jogo, Muricy não acha que o Palmeiras tenha jogado tão mal, embora a atuação de Petkovic tenha sido decisiva para o resultado. Segundo Muricy, o sérvio é daqueles jogadores que "fazem a bola andar". "O Flamengo não jogou muito mais que a gente. O Adriano, por exemplo, foi bem marcado."

Muricy também falou sobre as polêmicas frases de Marcos, que criticou duramente a defesa no segundo gol do Fla. "Vivemos numa democracia, cada um fala o que quer."

Para a partida contra o Santo André, na próxima quarta-feira, o Palmeiras terá as voltas de Figueroa, que estava suspenso, e Obina, que não pode enfrentar seu ex-clube por razões contratuais. A tendência é que Muricy não mude a estrutura do time e apenas saque o lateral-direito Wendel e o atacante Robert.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.