Muricy diz que Cuca se ofereceu para treinar São Paulo

Após a saída do São Paulo, o técnico Muricy Ramalho desabafou em entrevista e disse que outros treinadores ligaram para o presidente Juvenal Juvêncio para se oferecer para a sua vaga. O principal criticado por Muricy foi Cuca, atualmente no Flamengo.

AE, Agencia Estado

20 de junho de 2009 | 15h43

"É brincadeira. O Cuca ligou para o São Paulo perguntando se podia pedir demissão do Flamengo para treinar o clube", revelou Muricy neste sábado. "É demais, né. Ele tem problemas lá no Rio e liga para cá."

Muricy disse que agora ficará um tempo fora do futebol e que só voltará a assumir um clube que oferecer um projeto a longo prazo. "Saio de cabeça erguida. É um processo normal no futebol. Passou o tempo e agora tem de seguir a vida. Agora vou descansar um pouco."

Sobre o São Paulo, Muricy falou que existem problemas internos entre os jogadores. "O grupo não pegou muita liga. Não adianta que assim não vai. A relação comigo continuou a mesma, mas falta eles se entrosarem um pouco mais internamente."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.