Sergio Castro/AE - 02/12/2009
Sergio Castro/AE - 02/12/2009

Muricy diz que não deixará o Palmeiras sem ganhar título

Comandante do São Paulo campeão em 05,06 e 07 afirma ainda desfrutar da confiança do torcedor palmeirense

AE, Agencia Estado

10 de janeiro de 2010 | 12h52

Muricy Ramalho foi poupado pela torcida do Palmeiras após deixar o título brasileiro de 2009 escapar na reta final. Pôde sentir, porém, o clima de ansiedade que envolve o clube, há 10 anos sem títulos relevantes. Para compensar a decepção do ano passado, o técnico garantiu que não deixará o time sem uma taça no currículo.

"Vou sair daqui com um título", afirmou o treinador, em entrevista à Agência Estado. "Não ganhei aqui, agora eu quero ganhar", completou, assegurando que completará seu contrato até o final - dezembro deste ano.

E para cumprir essa promessa, Muricy já começou a atuar na montagem da equipe para a temporada. "O jogador tem de ser como eu acho. Eu que vou treinar, então tem de ser do jeito que eu penso. São jogadores bons, com um nível diferenciado, caros e difíceis de conversar, por isso vão demorar um pouquinho", avisou.

O treinador confirmou que o clube tem interesse em Kléber, que poderia substituir Vágner Love, próximo de deixar o Palmeiras. "O Kléber interessa, já jogou aqui, gosta do clube, a torcida gosta dele. E é um baita jogador, o que é o principal, muito bom. Mas difícil de trazer, muito caro", comentou.

Muricy também disse que busca um canhoto para comandar o meio-campo palmeirense. Douglas, ex-Corinthians, é uma das opções. "Meia é difícil de achar no mercado. Um canhoto, número 10. A nossa dificuldade no ano passado é que o time só tinha destros, tive de improvisar o Wendel na esquerda. O ideal, e que mostrou interesse em voltar, é o Douglas, mas depois de uns 15 dias voltou a jogar bem e decidiu que não voltaria mais".

Sem dar detalhes, o treinador garantiu que o clube deverá anunciar um "nome forte" antes do início da temporada. "Se está demorando e se sair do jeito que a gente está pensado, é porque é um nome forte mesmo. Se você quiser, consegue contratar qualquer um, nos oferecem mil jogadores por dia".

Muricy ainda assegurou que o Palmeiras deverá ter uma equipe mais forte do que a do ano passado. "O foco está muito nos outros times, com todo aquele barulho. Estamos vindo pelos lados. Mas com certeza a gente vai vir muito forte para esta temporada, com um time mais forte do que o do ano passado".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.