Muricy diz que Santos teve sua melhor atuação no ano

A dramática vitória nos pênaltis do Santos diante do Palmeiras, neste sábado, e a classificação para as semifinais do Campeonato Paulista foram bastante comemoradas por Muricy Ramalho. Ele considerou o empate por 1 a 1 nos 90 minutos como a melhor atuação santista do ano. Para o treinador, se a equipe ganhasse com três ou quatro gols não seria nenhum absurdo.

AE, Agência Estado

27 de abril de 2013 | 20h42

"As linhas estiveram bem ajustadas, tanto que o Palmeiras teve poucas oportunidades. Ainda bem que houve justiça na cobrança dos pênaltis", afirmou Muricy, aliviado.

O treinador também aproveitou a classificação para sair em defesa de Neymar, após o atacante ter sido vaiado e chamado "pipoqueiro" no empate entre Brasil e Chile, quarta-feira, no Mineirão.

"Eu acho que ele está de saco cheio. Sou um cara que sempre defendi a permanência dele no País, porque se Neymar sair não teremos mais ninguém. Ele é o único que a gente chega a uma cidade e o aeroporto está cheio. Às vezes o cara oscila um pouco e a gente entende que ele não está jogando tudo isso. Aí começam a falar que do cabelo dele, da namorada...", reclamou Muricy.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.