Muricy diz que São Paulo só fez a obrigação em vitória contra o Oeste

Para ele, a sua equipe tinha a obrigação de superar o adversário

Agência Estado

27 de janeiro de 2014 | 09h13

SÃO PAULO - O técnico Muricy Ramalho não se empolgou com a vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Oeste, domingo, no Estádio do Morumbi, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Para ele, a sua equipe tinha a obrigação de superar o adversário e precisa ser mais efetivo no setor ofensivo.

"Nós fizemos um primeiro tempo normal, mas pelo time que nós temos é obrigação nossa ganhar dos times com menos estrutura e investimento. Temos de criar muito mais e fazer muito mais gols", alertou o técnico, avaliando que o São Paulo poderia ter vencido com mais facilidade.

Muricy destacou que o São Paulo levou sustos desnecessários no segundo tempo do triunfo sobre o Oeste. "O adversário fez um gol, acreditou que dava para ir para a frente e quase fez o gol de empate. Esse tipo de jogo, nós precisamos matar logo, senão pode complicar. Nós tivemos o domínio, mas não tivemos grandes chances. Treinamos apenas dez dias antes do Paulista e estamos usando esses jogos até como uma forma de preparação", completou.

Líder do Grupo A do Campeonato Paulista, com seis pontos, o São Paulo volta a entrar em campo nesta quarta-feira, às 22 horas, quando vai receber o Rio Claro no Estádio do Morumbi, em partida válida pela quarta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.