Arquivo/AE
Arquivo/AE

Muricy garante que não tem receio de retornar ao Morumbi

'Tenho certeza que serei bem recebido', afirma o treinador, que espera vitória no clássico deste domingo

Bruno Winckler - Jornal da Tarde,

24 de agosto de 2009 | 09h41

Muricy Ramalho está aliviado. Ele sabia que só uma vitória contra o Internacional o deixaria tranquilo para a semana decisiva que o Palmeiras viverá a partir desta segunda-feira. O duelo contra o São Paulo, no próximo domingo, no Morumbi, tem todos os ingredientes de uma grande partida e a manutenção da liderança obtida no sábado joga a pressão para o rival.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Finalmente teremos uma semana inteira na liderança para treinar e se concentrar. Ainda mais para um jogo importante como esse", disse o treinador, até agora tranquilo para o reencontro com o clube que dirigiu nos últimos três anos e meio. "Tenho certeza que serei bem recebido. É assim no Sul, no Beira-Rio, no Náutico... Vou ser bem tratado porque as pessoas reconhecem o trabalho".

O clássico vale muito. É confronto direto da parte de cima da tabela. "Você tem de respeitar o adversário e ter o pensamento de ganhar o jogo. É clássico, você tem de se impor. Não importa que é visitante. No Morumbi, é bom de se jogar, o campo é bom, grande. Bom para se jogar como visitante também", disse Muricy, refazendo seu discurso dos tempos em que comandava o rival.

Para o jogo contra o São Paulo, Muricy terá a volta dos titulares Pierre e Maurício Ramos e ainda poderá contar com Marcão. Os três defensores cumpriram suspensão diante do Internacional. Por coincidência, o treinador disse que está satisfeito com o desempenho dos seus jogadores do meio de campo para trás.

"A consistência do nosso sistema defensivo tem sido um ponto forte pra gente", reconheceu, aproveitando para elogiar o zagueiro Maurício, utilizado pela primeira vez pelo treinador no jogo de sábado. "Foi uma surpresa muito boa a atuação dele (Maurício). Na sexta, quando treinamos, ele mostrou aquela força de quem sabe o que está fazendo. Teve personalidade e não tive dúvidas ao colocá-lo na partida", disse Muricy. "Se tivesse vacilado, não teria jogado".

Na mesma medida em que elogia a defesa, Muricy ainda está preocupado com o desempenho do ataque. Pela primeira vez desde que assumiu a equipe, há seis rodadas, o Palmeiras fez mais de um gol em uma partida. "Precisamos melhorar nesse sentido. Temos boa qualidade na hora de chegar ao gol e não definimos. Isso só se consegue com treinamento. Nessa semana, vamos aprimorar a pontaria", garantiu o chefão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.