Sergio Neves/AE
Sergio Neves/AE

Muricy lamenta gol sofrido no início do segundo tempo

Técnico do Santos acredita que, se o time tivesse segurado vantagem mais tempo, teria se classificado

estadão.com.br

21 de junho de 2012 | 00h56

SÃO PAULO - Muricy Ramalho lamentou o fato de o Santos ter sofrido o gol logo no início do segundo tempo. Para ele, o lance em que Alex cruzou e achou Danilo na área mudou todo o panorama da partida e dificultou demais a vida do Santos. “O Corinthians achou um gol em uma jogada de bola parada e aí a história do jogo mudou.”

Na visão do treinador, como o seu time voltou do intervalo vencendo por 1 a 0, se o Peixe conseguisse segurar a vantagem por mais tempo poderia sair do Pacaembu com a vaga na final. “O Corinthians é um time que se defende muito bem, na defesa é muito forte. Se o gol não tivesse saído logo no começo do segundo tempo, eles iam sair para o jogo e abrir espaço para a gente, mas isso não aconteceu.”

Agora, o treinador vislumbra dias melhores no Campeonato Brasileiro, apesar de o Peixe estar na zona de rebaixamento do torneio. Ele lembrou os títulos que ganhou pelo São Paulo. “Quando saí da Libertadores, ganhei o Brasileiro duas vezes. Quando você sai da Libertadores muito mal é muito complicado, mas não é o caso. Ficamos entre os quatro melhores e vamos fortes para o Brasileiro.”

Para Neymar, o Santos não deve se abater com a eliminação. “O Barcelona caiu da Copa dos Campeões. Só um pode passar, quem mereceu foi o Corinthians.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.