Rubens Chiri/Divulgação SPFC
Rubens Chiri/Divulgação SPFC

Muricy lamenta viagem ao Chile na quarta: 'Vai arrebentar a gente'

Pela Copa Sul-Americana, o São Paulo enfrentará o Huachipato e terá que deixar de lado a intensa briga pelo título do Brasileirão

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

12 de outubro de 2014 | 20h33

O técnico Muricy Ramalho tenta deixar de lado o Campeonato Brasileiro e mira suas atenções para a partida contra o Huachipato, quarta-feira, pela Copa Sul-Americana. O treinador reclama que a longa viagem para a partida pode atrapalhar e desgastar bastante a equipe.

"Essa viagem vai arrebentar a gente. Nosso time está mexido e tem essa viagem ainda. Vamos voltar na quinta e no sábado já jogamos contra o Bahia. Teriam de ter bom senso e mudar a data para evitar lesões. Vários clubes sofrem com isso", reclamou o treinador.

Apesar da crítica, Muricy disse que não pretende poupar os atletas para essa partida. "Não dá porque temos pouco jogadores. Você não tem mais time sempre entrosado. É difícil para os jogadores, por mais que tenham vontade. Falta entrosamento", explicou. 

Em relação ao jogo contra o Atlético-MG, o treinador ressaltou o fato do time falhar nas finalizações. "A gente poderia ter decidido o jogo. Tivemos oportunidade, mas faltou o último passe. Foi um jogo muito bom. Com a saída do Maicon, que controla bem o jogo, tivemos dificuldades, mas voltamos a reagir após levarmos o gol. Falei que era para ganharmos porque a chance era nesta rodada, já que o Cruzeiro tinha um jogo dificílimo."

Em relação aos diversos desfalques, principalmente aos que não puderam jogar por estarem com seleções (Kaká e Souza estão com a seleção brasileira, Ademilson defende a seleção olímpica e Alvaro Pereira está com o Uruguai), o treinador repetiu o discurso de criticar o calendário. 

"Seleção é muito legal e é um prêmio para os jogadores que são convocados, mas a gente vê na Europa que os clubes não estão jogando. Enquanto a gente não mudar (o calendário), não vai adiantar. O peso de perder Alvaro Pereira, Souza e Kaká é grande", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.