Muricy mantém 1 dúvida no São Caetano

O técnico Muricy Ramalho ainda tem uma dúvida para definir o time do São Caetano que enfrenta o Santos, sábado, no Anacleto Campanella. Triguinho e Fábio Santos disputam a vaga de Gilberto, que foi expulso na última partida.O treinador pondera: "O Triguinho seria uma opção natutal. Ele é um ala mesmo. Com o Fábio Santos, mudamos a maneira de jogar. O time jogaria num 4-4-2."No caso da mudança de esquema, Serginho seria deslocado para a lateral-esquerda, enquanto três volantes reforçariam o meio-campo (Mineiro, Marcelo Mattos e Fábio Santos). Para Muricy, o time não ficaria mais defensivo no 4-4-2. "Nós vamos manter os três atacantes na frente. Com três volantes, nosso time fica mais pegador, mas nossa saída de bola continua rápida", explicou.No treino coletivo desta quinta-feira, que foi fechado à imprensa e torcedores, Triguinho começou como titular. Nos 30 minutos finais, Muricy colocou Fábio Santos. Zé Carlos, outra opção, está voltando de contusão muscular e o treinador prefere não recolocá-lo na equipe numa partida decisiva. "Quero que todos os meus jogadores estejam 100% na partida contra o Santos." Fábio Santos passou a ser uma opção após sua absolvição no TJD, na quarta-feira, pela expulsão contra o São Paulo, ainda pelas quartas-de-finais. O segredo, segundo ele, é não dar espaço ao adversário. "Os jogadores do Santos são muito habilidosos. Não podemos dar espaço para eles criarem. Precisamos encurtar o campo e para isso não necessitamos usar a violência. Eu sou um jogador honesto, que sempre vai na bola", disse o volante.A informação que a torcida do Santos deve ser mais numerosa no Anacleto Campanella não surpreendeu os jogadores do São Caetano. "Mas mesmo com menos gente, não podemos esquecer que aqui é nossa casa. Vamos mostrar para eles que quem manda aqui somos nós", avisou Dininho.O técnico Muricy não está preocupado com a torcida contrária. "Nosso time é experiente e está acostumado a jogar em estádios onde a torcida adversária é maior. Isso não vai inibir nosso time", garantiu.O time faz um treino recreativo na manhã desta sexta-feira, no Anacleto Campanella, e segue direto para a concentração. Muricy pretende levar a dúvida do substituto de Gilberto até na hora do jogo. "Se eu tivesse o Gilberto, eu não teria dúvidas. Mas como não posso contar com ele e tenho uma dúvida em quem vai entrar, não vou revelar isso. É uma arma que eu tenho. Do outro lado, é a mesma coisa. Você vai ver!", desafiou o técnico do São Caetano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.