Muricy mantém mistério na Santista

A Portuguesa Santista está se tornando um time misterioso. Mais uma vez, o técnico Muricy Ramalho está fazendo mistério para definir o time que enfrenta a Portuguesa de Desportos, em Santos, no sábado. Para esta partida, o treinador não poderá contar com o atacante Jean, suspenso. Além disso, o volante Caçapa segue em tratamento de uma tendinite e o meia Jean Carlo recupera-se de uma lesão muscular provocada durante a partida frente ao União São João, onde o time santista foi humilhado perdendo por 7 a 2. Tico Mineiro, já recuperado, treinou normalmente nesses últimos dias e fica à disposição do treinador. O jogo está cercado de muita expectativa por parte dos jogadores e membros da comissão técnica da Portuguesa Santista. O time jogou duas vezes em casa nesse Paulistão e ganhou, contra o Corinthians e Botafogo. Isso significa que o seu aproveitamento em Ulrico Mursa é de 100%. "Vamos lutar para manter essa regularidade. Nesse Paulistão, até em função do regulamento, de turno único, vencer em casa é quase que uma obrigação", disse o técnico Muricy Ramalho. "Precisamos fazer prevalecer esse fator, que é muito importante. E esperamos contar também com o apoio da nossa torcida". O time realizou na tarde de quarta-feira um treino diante da equipe de juniores, oportunidade em que Muricy optou por testar duas formações táticas. Os atletas também fizeram trabalho de fundamento e chutes a gol. Nesta quinta-feira à tarde, Muricy comandou um novo treino no gramado de Ulrico Mursa. Na sexta-feira, está previsto uma movimentação no período da manhã. No final da tarde, a partir das 18 horas, o grupo iniciará a concentração no Hotel Praiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.