Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Muricy: 'Não aceito que coloquem meu caráter à prova'

Técnico do São Paulo demonstra irritação nesta segunda-feira com a polêmica da entrega do resultado para o Ituano

Agência Estado

17 de março de 2014 | 18h45

SÃO PAULO - O técnico são-paulino Muricy Ramalho demonstrou irritação nesta segunda-feira com a polêmica de que o time do São Paulo teria perdido de propósito para o Ituano, domingo, no Morumbi. O resultado, combinado ao empate sem gols entre Corinthians e Penapolense, eliminou o clube do Parque São Jorge do Campeonato Paulista e causou declarações pesadas do atacante Romarinho e do treinador Mano Menezes.

"Quando falam o que foi falado, se questiona o caráter de um profissional, o ser humano, e isso é inadmissível. Não aceito que coloquem meu caráter à prova", disse Muricy em entrevista à Rádio Globo nesta segunda-feira. O recado era, sobretudo, para o técnico Mano Menezes. "Eu estou no futebol há muito tempo e ainda não me ensinaram a dar preleção pedindo para os meus jogadores entregar um jogo", comentou.

O comandante do São Paulo disse que, em vez de reclamar, o Corinthians deveria ter vencido o Penapolense e o próprio time do Morumbi, resultados que ainda manteriam a equipe de Mano Menezes na briga pela classificação. "Sempre o outro é culpado. É uma filosofia muito usada no nosso País. Comigo não tem jeitinho brasileiro. Entramos em campo para ganhar, mas o adversário foi melhor. Não tem historinha. Aqui no Brasil, todo mundo fala o que quer e ninguém prova nada", afirmou Muricy.

Apesar da polêmica da derrota por 1 a 0 para o Ituano, o São Paulo não vai escalar os principais jogadores na próxima rodada. Os reservas devem atuar contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, domingo. As duas equipes já estão classificadas para a segunda fase nos primeiros lugares de seus respectivos grupos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.