TV Estadão | 20.02.2015
TV Estadão | 20.02.2015

Muricy pede mais conversa entre os jogadores no campo

'Chamar a atenção do companheiro não vai deixa-lo em uma roubada. Isso é normal no futebol', declara treinador do São Paulo

O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2015 | 18h48

Passada a derrota contra o Corinthians pela Libertadores, o treinador do São Paulo Muricy Ramalho deu a primeira coletiva no CT da Barra funda nesta sexta-feira. Apesar de não cobrar nada da parte técnica do elenco, o treinador pediu maior conversa entre os jogadores durante o jogo. "São todos muito disciplinados, muito amigos, mas dentro do campo ninguém fala. Às vezes, se respeitam demais", disse Muricy. "Eles têm um grupo que joga bilhar, baralho e estão sempre conversando, mas dentro do campo têm essa dificuldade. Eu já cobrei isso deles", completou.

O técnico também pede para que os atletas e a torcida entendam que somente um jogo da Libertadores foi disputado, faltando ainda cinco partidas e um caminho longo até o fim da primeira fase e para a classificação no Grupo 2. "Ainda não está nada definido. Mas, claro, que todo jogo agora é uma decisão de Libertadores."

" SRC="/CMS/ICONS/MM.PNG" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;" CLASS="IMGEMBED

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.