Muricy Ramalho diz em encontro que prestigia a base do Santos

SANTOS - Muricy Ramalho procurou desfazer a imagem de treinador que dá pouca atenção aos jogadores da base, no encontro que teve com os donos de escolinhas de futebol (franquias) do Santos em todo o país na manhã desta quarta-feira, 28,  na Vila Belmiro.

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

29 de novembro de 2012 | 08h47

"Neste ano, por exemplo, utilizamos 19 jogadores da base no Paulista, Brasileiro e Libertadores. Contra o Linense, em São Bernardo do Campo, pelo Campeonato Paulista, o time terminou o jogo com nove atletas feitos em casa", lembrou o treinador. "Toda semana temos algum time da base treinando conosco e promovo vários garotos para ficarem algum tempo com o grupo de cima. Aqui, damos oportunidade e sempre valorizamos a base".

Também participaram do encontro de franqueados o gerente de futebol, Nei Pandolfo, o representante da Superintendência de Esportes, André Zanotta, e os observadores técnicos Lima, Betinho e Guilherme Passos. Atualmente, o Santos tem 85 franquias, sendo cinco delas no exterior - Japão, Egito, Estados Unidos, Canadá e Paraguai.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCMuricy Ramalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.