Muricy Ramalho diz que São Paulo ainda não é um time seguro

Técnico destaca que o time tricolor ainda tem muito a evoluir

Agência Estado

23 de janeiro de 2014 | 09h26

SÃO PAULO - O técnico Muricy Ramalho até ficou satisfeito com a vitória do São Paulo por 4 a 0 sobre o Mogi Mirim, quarta-feira, no Morumbi, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, mas destacou que o time ainda tem muito a evoluir. Para ele, a sua equipe ainda erra muitos passes e está insegura em campo.

"Melhoramos no segundo tempo. No primeiro, tivemos oportunidades para fazer gols, mas a bola passou várias vezes na frente da área. A ideia de jogar pelos lados surtiu efeito. Treinamos só uma vez finalizações para não estourar o time. Estamos longe de ser um time seguro. Fomos horríveis nos passes. Erramos demais, e isso é o que mais treinamos", avaliou.

Muricy destacou a evolução do time nas finalizações em comparação com a derrota por 2 a 0 para o Bragantino, no último domingo, fora de casa. "Acho que o treinador tem de corrigir o que não é legal. Não dá para não fazer o goleiro dos caras trabalhar. Faltava profundidade. Tivemos 70% de posse de bola contra o Bragantino, mas demos dois chutes a gol. Hoje, chegamos várias vezes pelos lados", disse.

O treinador são-paulino também elogiou a dedicação do seu time. "Eles se dedicaram na pré-temporada, mostraram que estão melhores na parte disciplinar e mostraram vontade. Isso foi o mais importante hoje", afirmou.

A vitória sobre o Mogi Mirim colocou o São Paulo na liderança do Grupo A do Campeonato Paulista, com três pontos. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, às 17 horas, quando vai receber o Oeste no Estádio do Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.