Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Muricy Ramalho é alvo de protesto

Muro do CT do Santos é pichado com os dizeres 'Fora Murici' (sic) , no dia da apresentação do técnico

AE, Agência Estado

07 de abril de 2011 | 16h16

SANTOS - Poucas horas antes de ser apresentado no Santos, o técnico Muricy Ramalho foi alvo nesta quinta-feira de um protesto anônimo no Centro de Treinamento Rei Pelé. O muro do CT amanheceu pichado com a inscrição "Fora Murici" (sic), com o nome do treinador registrado de forma errada.

A pichação foi apagada por um funcionário do clube antes de Muricy comandar seu primeiro treino no Santos, nesta tarde. Após a atividade, o treinador será apresentado oficialmente e concederá uma entrevista coletiva.

O protesto mostra que Muricy deverá ter trabalho em sua nova equipe. Na noite de quarta, ele acompanhou do camarote a vitória sofrida do Santos sobre o Colo Colo por 3 a 2, na Vila Belmiro, pela Copa Libertadores.

Nervoso em campo, o time santista teve três expulsões. Neymar, Zé Eduardo e Elano serão baixas importantes para o decisivo confronto contra o Cerro Porteño, na próxima semana. O Santos precisa vencer para seguir com chances de alcançar as oitavas de final.

Muricy comandará o Santos pela primeira vez neste domingo, no jogo contra o Americana, em rodada do Campeonato Paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantosMuricy Ramalhoprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.