Muricy Ramalho elogia atuações de Maicon e Souza pelo São Paulo

Treinador destaca a capacidade técnica dos dois atletas

Fernando Faro, Agência Estado

21 de fevereiro de 2014 | 11h33

SÃO PAULO - Uma das novidades do São Paulo no empate por 1 a 1 com o São Bernardo, quinta-feira, fora de casa, a dupla de volantes formada por Souza e Maicon deixou boa impressão no técnico Muricy Ramalho, que elogiou o desempenho dos atletas e cogita mantê-los para o clássico contra o Santos, no domingo, no Morumbi.

"Precisávamos de dois volantes que soubessem jogar, e eles jogaram muita bola. Pensamos em colocar o (Rodrigo) Caio, mas ele é mais de contenção. Balanceamos o time com o Paulo Miranda na lateral direita para liberar os volantes. São alterações que vamos fazendo para achar o time", analisou o treinador.

Com a nova formação, Souza ficou responsável pelo primeiro combate enquanto Maicon auxiliava na cobertura. Quem vinha fazendo a função mais de marcação até então era Wellington, que não jogou para cumprir suspensão e agora corre risco de não voltar mais ao time.

Apesar dos elogios do comandante, o São Paulo sofreu um gol em que mais uma vez ficaram expostas as falhas defensivas que tanto são criticadas. No lance, Roger Carvalho perdeu na corrida para Gil, Antonio Carlos e Paulo Miranda estavam marcando o mesmo jogador e Marino apareceu sozinho na área para empatar.

Mesmo com o evidente erro de posicionamento, o treinador não quis criticar seus jogadores e dividiu as responsabilidades pelo lance. "Todos têm que tentar uma resposta para dizer que falei mal desse ou daquele, mas de mim vocês não vão tirar disso. Quando não funciona, é o time. Não dá para falar do Pedro ou do Antônio. Não marcamos bem e tomamos o gol."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.