Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Muricy Ramalho elogia Osorio: 'O trabalho é bom demais'

Ex-técnico do São Paulo reafirma que só volta a trabalhar em 2016

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2015 | 22h55

Decidido a voltar ao futebol só em 2016, Muricy Ramalho elogiou o trabalho de seu sucessor no São Paulo, o técnico Juan Carlos Osorio. Para o ex-treinador do time do Morumbi, o colombiano enfrentou dificuldades porque assumiu a equipe no meio do ano e em meio à debandada de jogadores importantes do elenco.

"Ele está fazendo um trabalho bom demais. Chegou no meio do ano, o que não é bom, pegou o time e começou a treinar. A língua é diferente e tem o problema da adaptação. Mas o pior foi a saída de jogadores", afirmou Muricy nesta segunda-feira em entrevista ao programa Bem, Amigos!, do SporTV.

Osorio, por pouco, não deixou o São Paulo na semana passada. O colombiano recebeu um convite da seleção mexicana e conversou com a diretoria do São Paulo. O colombiano, que chegou a receber críticas por seu método de trabalho (o rodízio de jogadores), não gostou da saída de vários atletas do elenco.

Aparada as arestas, Osorio e a diretoria do São Paulo decidiram manter o contrato. Muricy pediu mais paciência com o técnico colombiano. "Não temos que vê-lo como um estrangeiro. E sim como um técnico. Eu sei que agora a diretoria vai dar tempo para ele trabalhar", disse.

Na entrevista, Muricy reforçou o desejo de voltar a trabalhar só em 2016, vontade que ele já havia expressado em recente entrevista ao Estadão. "Só (volto) no começo do ano que vem. Está decidido. Estou aguentando, tem uns convites muito bons, e tenho falado não. É difícil falar não porque às vezes as pessoas não entendem. Acham que salário é muito bom, aquelas coisas todas, mas não é bem assim", disse ao Bem, Amigos! 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.