Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Muricy Ramalho está fora do comando do Palmeiras

Após seis meses de críticas e falta de resultados positivos, técnico foi demitido e time discute o futuro

Alex Sabino, Jornal da Tarde

18 de fevereiro de 2010 | 16h30

Muricy Ramalho não é mais o técnico do Palmeiras. Ele está fora do clube após seis meses de trabalho e muitas críticas, associada à perda do Campeonato Brasileiro do ano passado e a campanha irregular no atual Campeonato Paulista - culminada com a derrota por 4 a 1 para o São Caetano na quarta-feira à noite.

Veja também:

BATE-PRONTO - forum Jogadores quiseram derrubar Muricy?

PAULISTÃO - lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

linkCipullo elogia Muricy, e já busca novo treinador

linkMuricy Ramalho diz que deixa 'muitos amigos' e elogia elenco

O técnico foi demitido após uma reunião entre o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo e dirigentes do departamento de Futebol do time alviverde. Junto com ele sai o gerente Toninho Cecílio, que resolveu pedir demissão devido à pressão, e seu auxiliar de confiança, Tata. "Agradeço o apoio da torcida que colaborou e sempre me apoiou. Deixo amigos no clube e desejo sorte ao Palmeiras", diz o técnico, em comunicado.

A passagem do técnico pelo Palmeiras durou 34 partidas, com 13 vitórias, tendo ainda dez derrotas e 11 empates, com aproveitamento de apenas 49% dos pontos disputados.

Com a derrota no Palestra Itália, o Palmeiras ficou na oitava posição do Campeonato Paulista, com 13 pontos. Em nove jogos disputados até aqui na competição, o time venceu apenas três, tendo empatado outros quatro e sido derrotado em duas oportunidades. (com AE

 

Blog 'Trágico e Cômico': Muricy à pururuca, indigesto para os palmeirenses, suculento para adversários

Atualizado às 16h40 para acréscimo de informações 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.