Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Muricy Ramalho garante que vai 'brigar até o fim' no São Paulo

Técnico promete muita luta para clube superar momento delicado

PAULO FAVERO, O Estado de S. Paulo

29 Março 2015 | 19h57

Depois de dizer que fica no São Paulo, o técnico Muricy Ramalho garante que vai fazer de tudo para a equipe reagir. O treinador vê uma luz no fim do túnel e acha que pode fazer o time render mais do que vem apresentando. "Eu vou brigar até o fim, vou morrer atirando. Vou lutar para caramba. Já que resolvi aceitar o pedido de ficar, vou lutar", avisou após a vitória por 3 a 0 sobre o Linense, pelo Paulistão.

Ele deixou transparecer uma certa mágoa, mas garante que vai permanecer pelo amor que tem ao São Paulo. "É um momento difícil do clube, tem muito torcedor que você encontra na rua e fala para ficar, para trabalhar que as coisas vão melhorar. Vou ficar até eles acharem que tenho de sair ou eu achar que não dá mais", completou.

Muricy confessa que o aspecto financeiro não é o mais importante neste momento e revela que se ficar aborrecido com a situação, ele mesmo pode pedir as contas para a diretoria do São Paulo. "No momento da derrota, você mostra o que é, precisa mostrar uma atitude mais forte. Já tive muita gente firme do meu lado, é por isso que fico muito tempo nos clubes. Isso é importante principalmente nas derrotas, porque nas vitórias todo mundo quer dar um tapinha nas suas costas."

O treinador sofre com a desconfiança de uma parte da torcida e sabe que o duelo de quarta-feira, contra o San Lorenzo, será um marco, que poderá fortalecer sua permanência no clube em caso de vitória. Se o São Paulo for eliminado na primeira fase da Libertadores, o comandante garante que poderá rever seu contrato. "Não sei, na hora a gente vê. Antigamente ficava preocupado, hoje posso pensar lá na frente", concluiu, lembrando que os aspectos financeiros não serão um problema caso resolva sair.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.