Muricy Ramalho invade o gramado para puxar a orelha de Boschilla

Treinador dá a maior bronca no garoto do São Paulo antes de ser acalmado por Ganso

O Estado de S. Paulo

11 de maio de 2014 | 18h48

SÃO PAULO - Segundo depois de o árbitro apitar o fim do jogo em Barueri, com empate de 1 a 1 entre São Paulo e Corinthians, o técnico Muricy Ramalho partiu para cima de Boschilla, de apenas 18 anos. O jogador do São Paulo ficou assustado com a desconpostura do seu treinador. A bronca de Muricy foi em público e o treinador só não continuou o sermão porque foi alertado por Ganso a falar com o garoto no vestiário.

Muricy estava muito bravo. Saiu de sua área, foi até Boschilla só para puxar a orelha do jogador. Não conseguiu sequer esperar o garoto deixar o gramado. A irritação de Muricy teria sido por uma jogada errada de Boschilla no ataque nos minutos finais da partida. O garoto ainda tentou argumentar com o chefe, que ´so falava e não escutava nada.

Boschilla estava no banco até Muricy lhe chamar para o segundo tempo. Ele entrou no lugar de Osvaldo. "O Boschilla é um menino de qualidade, mas é garoto ainda. Ele vai aprender. Tirei o Muricy para ele dar bronca dentro do vestiário", disse Ganso, mais uma vez contrariando o treinador.

Na partida contra o Coritiba, também pelo Campeonato Brasileiro, Ganso reclamou de o São Paulo entrar em campo com quatro atacantes e sem um meia de ofício, já que ele naquela partida ficou no banco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.